Para ver o céu

Foto: Daniela Toviansky

Finalmente o verão 2008 chegou em São Paulo. Não, não estou maluco. Vocês se lembram, janeiro foi um mês esquisito, principalmente na segunda metade. Eram dias frios e feios, quando não, chuvosos.

Veio o carnaval e o tempo continuou mixuruca. A ressaca só acabou no fim de semana passado.
Verão, sol, céu limpo (bom, em São Paulo nem tanto), tudo isso é um barato porque as pessoas vão para as ruas, lotam as calçadas e, claro, os bares.

Viver em São Paulo, parafraseando Hemingway, em dias assim, é uma festa.

Comecei a semana com a garganta incomodando, já que gastei as cordas vocais no Morumbi, durante os 3 a 2 do Tricolor sobre o Santos. (Pois é, uns gritam, outros choram, hehe).

Mas como a noite de segunda estava bem agradável, dei uma passada pela Casa do Espeto, em Perdizes, onde uma amiga reunia um grupo para comemorar seu aniversário.

Fazia pelo menos um ano que não ia até lá. Confesso que o lugar-comum dos bares especializados em espeto esgotaram a minha paciência.

É esquisito como, de tempos em tempos, surge uma modinha e as pessoas começam a pensar: “Opa! Vou abrir um bar! Um bar de espetinhos!”.

Se não foi o primeiro, a Casa do Espeto é, a meu ver, o responsável pela propagação dessa febre. Tanto quanto o Original foi, por exemplo, o difusor da onda dos bares-com-cara-antigamente.
O interessante é que, passada a moda, restam realmente os pioneiros, os bons.

No caso da Casa do Espeto, sua relativa longevidade, são cinco anos de vida, se deve sim ao pioneirismo, mas também à qualidade dos espetinhos. Para meu gosto, não é a melhor forma de degustar a carne mas, no embalo da cerveja, a gente manda um, dois, três, quatro, de carne, de frango, de lingüiça, de carne de novo…

Outro inegável atrativo do bar é a sua imensa e arborizada ao ar livre. Para noites como a de ontem e dias ensolarados como o que está fazendo lá fora (pelo menos por enquanto), passar horas bebericando e beliscando num espaço desses é um programão.

Casa do Espeto. Rua Cotoxó, 582, Perdizes, tel. (11) 3676-0436.

Advertisements

One thought on “Para ver o céu

  1. No final do ano passado abriu uma filial da Casa do Espeto em Moema, Avenida dos Carinás, 520 (5049-2321). Não conheço a original, mas a de Moema é imensa. Como fui algumas vezes em dias não tão quentes a casa estava razoavelmente vazia. A recomendação vale, não é pra apreciar carne, mas os espetos são ok. Abacaxi com mel e canela é uma boa pedida pra finalizar.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s