O Tricolor alemão e o homem-cerveja

No fim de semana começou a temporada 2008-2009 da Bundesliga, o campeonato alemão de futebol, que se divide entre a primeira e a segunda divisões.

E, meninos, eu estava lá, na arquibancada recém-inaugurada do estádio do St. Pauli, para o jogo de estréia do time da casa, contra o Osnabrück, pela segundona. Em 2010, o clube vai completar 100 anos e, nesse século de vida, passou pouquíssimo tempo entre os grandes do país.

Em uma nota anterior, eu disse que o clube é um misto de Juventus e Portuguesa. Preciso reformular essa definição, já que vejo um pouco de cada um dos times paulistanos na alma do St. Pauli.

As porções Lusa e palestrina, por exemplo, se devem ao fato de que seu acanhado estádio está incrustado num bairro próximo ao centro, acessível por metrô. Com a nova arquibancada (ingressos com lugares marcados a 38 euros), a capacidade passou para 24 000 pessoas – no jogo, que aconteceu às 18h de sexta-feira, havia 22 210 torcedores.

Essa gente toda reunida, num horário em que as pessoas deveriam estar indo ao bar para a happy hour e não a uma partida de futebol, lembra, devo admitir, a devoção que a Fiel torcida tem pelo Corinthians. Nem nos piores momentos – como o atual, hehe – os fãs desses dois times os abandonam. Aliás, o St. Pauli só não fatura mais com venda de camisetas e merchandising do que o todo-poderoso Bayern de Munique.

Além do nome, há outra coincidência entre o St. Pauli e o meu tricolor paulista: suas cores também são três, no caso, marrom, branco e vermelho.

Para entender a porção juventina, aqui vai uma inconfidência: assim como vi na Rua Javari, há cerveja à venda, com a diferença que na Alemanha o comércio é permitido. Meus amigos Dinho Luiz e Jones Rossi hão de lembrar do clássico Juventus e Nacional que assistimos uns dois anos atrás, numa manhã de domingo, e dos torcedores formando fila para comprar sua Antarctica (ou seria outra?).


O do St. Pauli, convém dizer, é o único estádio alemão que tem o aval para a presença de bebida alcoólica. Além de estar à venda nos bares das sociais, homens como este aí da foto circulam pela área de acesso à platéia carregando os barris de cerveja nas costas (3 euros o copo da Astra, patrocinadora do time).

Assistir a um jogo como esse é uma experiência e tanto. O St. Pauli entra em campo, perfilado, ao som dos sinos e dos acordes iniciais de Hell’s Bells, do AC/DC! A cada gol, o DJ do estádio coloca nas caixas de som o riff de Song 2, do Blur.

Até fecharem-se as cortinas, como dizia Fiori Giglioti, há emoção: aos 15 minutos de jogo o St. Pauli ganhava por dois a zero, mas o Osnabrück empatou. Aos 45 do segundo tempo, os visitantes quase marcaram o gol da virada, mas o homem do placar, acostumado com os revezes do time, não hesitou: tacou lá o 2 a 3.

Mas voltou atrás a tempo de corrigir e de comemorar, num dos bares da vizinhança, o glorioso 2 a 2.

9 thoughts on “O Tricolor alemão e o homem-cerveja

  1. Olá Miguel, estou indo, agora à tarde, tomar umas lá pela vizinhanças da Rua Javari só “pelo seu post”. Salve os estádios pequenos, o futebol (ainda) e os botecos ao redor. Grande abraço

    Like

  2. Oi, MiguelGrata surpresa ao acessar o blog e encontrar a descrição dos roteiros da sua viagem. Um texto maravilhoso que transformou, nesses dias, seu blog em um verdadeiro diário de bordo, lógico que sempre tendo como pano de fundo os roteiros gastronômicos. Parabéns pelos textos! Lucavalcante

    Like

  3. Grande experiência essa, pra quem já conhece o riscado todo… Não sei se já revelei isto aqui, mas tenho uma mania – que não me larga, de achar nome de buteco em tudo que é canto. Desta deliciosa crônica do Miguelito saquei o Bundesliga Bar. Só brejas de lá e muita referêcia ao futiba alemão. Sarsichas das boas, pão preto, remolado feito em casa e serviço bão. Vcs iriam? Abração, Miguel. Edgard

    Like

  4. Miguel, o que aconteceu? Onde você está. Estou querendo notícias de sua viagem no blog que me acostumei a ler quase que diariamente.Marcia-Brasília-DF

    Like

  5. Pingback: E por falar em estádios… | Boteclando

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s