São Pedro, São Paulo, Saint Patrick


O relógio do computador marcava 0h02 de hoje, quando deixei a redação. Devoto que sou, e ainda que fosse tarde, não poderia ir para casa sem antes erguer um brinde e rezar um Pai Nosso em nome de Saint Patrick.

Como todo botequeiro há de saber – e há de ter um santinho na carteira –,17 de março é o dia desse que é, de certa forma, um dos padroeiros da boemia. E da Irlanda, que nos deu a cultura do pub. Só por zelar para que voltemos sãos e salvos para casa todos os dias, ele já merece seu lugar no céu. E tanta devoção.

Ao fim de um dia como o de ontem, em que Noé quase ancorou sua arca aqui na margem do Rio Pinheiros, resolvi muito coerentemente tomar meu pint de Guinness (R$ 19,00 a lata) no São Pedro São Paulo.

Acompanhado do Sílvio Nascimento, editor de Veja.com e boêmio da melhor estirpe, baixei no bar no momento em que o garçom recolhia as mesas da calçada. Dia atípico, resignou-se o dono, movimento fraco por causa do dilúvio.

Lá dentro, alguns bravos entornavam seus scotchs – a fenomenal carta de uísques lista setenta rótulos – e outros solitários puxavam papo com quem quer que se aproximasse do balcão.

Nesse clima de paz, certamente Saint Patrick estava olhando por nós.

São Pedro São Paulo. Rua Doutor Renato Paes de Barros, 127, Itaim Bibi, tel. (11) 3079-4028.

3 thoughts on “São Pedro, São Paulo, Saint Patrick

  1. comenta também sobre idade/qualidade da mulherada frequentando cada lugar. q termina sendo muuuuito mais importante na nossa escolha q a bebida em si!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s