A toca dos tigrões

foto: Fernando Moraes

foto: Fernando Moraes

 

Se depois de amanhã (ainda estamos na quinta-feira) o sol der as caras assim como o fez na tarde do sábado passado, é provável que o Nossa Senhora! se transforme mais uma vez num improvável e movimentado point de gatões de meia-idade na região do Morumbi.

Nas mesas que ocupam as duas calçadas, é certo, pude reparar que havia alguns trios de balzaquianas, tomando sua caipirinha e fumando seus Dunhill.

Numa rua até certo ponto escondida e de construções humildes (se comparadas com as mansões do bairro), pude perceber que o bar, apesar de seu ambiente predominantemente familiar e cool, é uma espécie de toca, que reúne cinquentões boa-pinta, certamente moradores da vizinhança.

Invariavelmente trajados de bermuda ou jeans de marca, camisa pólo com a gola levantada e as mangas descobrindo metade do bíceps e Ray-Ban, os tigrões costumam chegar aos poucos e a bordo de máquinas das quais o rugido do motor causaria inveja nesses felinos.

Depois que tomei dois chopinhos (Brahma, R$ 4,50) e belisquei uma porção de minihambúrgueres com cheddar (R$ 17,00 com dez unidades), soube até que o Titônio, pai do Felipe Massa, passou por lá – mas confesso, infelizmente não vi nem ouvi nenhuma Testarossa por perto.

Nossa Senhora! Rua Dom Armando Lombardi, 784, Morumbi, tel. 3721-4927.

4 thoughts on “A toca dos tigrões

  1. Intrépido botecleiro, olha que você tá caminhando pra lá…Brincadeiras à parte, o cardápio vale a visita? Senti falta dos costumeiros detalhes gastronômicos…
    Acho que vale uma passada no Papo, pinga e petisco, que fica na Roosevelt. O lugar é charmosinho, e eu e uns amigos comemos uma boa parte dos itens do cardápio e atestamos que cada centavo foi bem pago (a relação custo/benefício do lugar é ótima!).
    Que a força esteja com você (pra conservar esse fígado e estômago)!

    Like

  2. Caro Miguel,
    Como habitual leitora de seus comentários e admiradora de suas boas indicações ao garimpar lugarzinhos inusitados na cidade, hoje não consigo resistir e tenho que lhe confessar: nenhum point de gatos ou gatões de meia idade tem o mesmo brilho quando vc não está presente… Fazer o que, né? Sensações são sempre insubstituíveis…

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s