Os gastrolegais

Harmonia

Harmonia

 

Quatro semanas atrás, foi lançada a edição 2009/2010 do especial “Comer & Beber” da Veja Paulo. Como de costume, a última página trouxe uma crônica assinada por Walcyr Carrasco.

Sob o título “Os gastrochatos”, Walcyr faz uma bem-humorada e ácida crítica ao hábito que algumas pesoas têm de combinar bebida com pratos, ou seja, de harmonizar essas duas coisas. Diz ele: “Na teoria, é lindo. Na prática, uma chatice. Faz a alegria dos gastrochatos, que gostam de exibir dotes culinários.”

Com algum atraso, quero dizer que Walcyr está certo. Mas também está errado.

Digo isso já vestindo a carapuça: sim, quando estou à mesa, me dedico a pensar na harmonização da bebida com a comida. Portanto, sob esse ponto de vista, assumo, sou um gastrochato!

Por outro lado, também me considero um gastrolegal. Walcyr, essa história de harmonizar comida com bebida não é c~hatice não, é o maior barato!

De fato, vira e mexe encontro por aí enochatos e gastrochatos aos montes. Essa gente, pensando bem, nada ou pouco difere daqueles tipos que “entendem” a dialética subliminar existente em filmes como Hulk e Homem-Aranha ou que conseguem captar o “orgasmo intelectual estético” num traço de Matisse.

Serão todos eles primos?

Prefiro acreditar, porém, que há muito mais gastrolegais do que gastrochatos no mundo. Poderia comparar esses últimos a uma receita que desandou, ou àquele chopinho mal-tirado. É algo que acontece, mas está longe de ser regra.

Já contei aqui no blog que faço parte de uma confraria que se dedica a harmonizar vinhos com comida de restaurantes com alma de boteco.

Essa confraria, aliás, completou dois anos em julho passado. Como escreveu meu confrade Beto Gerosa em seu blog do vinho (http://veja.abril.com.br/blog/vinho/degustacao/bons-vinhos-baixa-gastronomia-e-grandes-amigos/), “ao contrário do que possa se imaginar não é uma reunião de enochatos que ficam tricotando a história de cada rótulo ou discutindo se a fermentação malolática tem ou não seu valor. Trata-se, antes de tudo, de um encontro entre amigos com uma paixão em comum: o vinho. Simples assim.”

Nesses encontros mensais, não fazemos outra coisa senão fofocar, beber, trocar ideias e dicas de viagens, comer, dar risadas, enfim, seguimos à risca a norma segundo a qual estamos ali, juntos, por puro prazer.

Além do mais, se minha turma se diverte tentando descobrir que rótulo cai melhor com o atolado de bode do bar Mocotó, por exemplo, qual é o problema?

Mesmo fora da confraria, costumo me divertir quando me encontro diante de dilemas do tipo: para acompanhar o croquete de mortalela do Astor, peço um chope ou uma caipirinha do Tarcísio? Uma dose de Claudionor ou uma Brahma: o que vai fazer as codorninhas do Bar do Jô descerem mais suaves pela goela?

Como Walcyr, sou guloso e tento fazer desse pecado uma diversão. Há quem goste de Playstation, de novela, de bater uma bola no fim de semana. Eu gosto de comer e de beber. Fazer isso em harmonia é melhor ainda!

Bom feriado.

Astor. Rua Delfina, 163, Vila Madalena, tel. (11) 3815-1364.

Bar do Jô. Rua Conselheiro Dantas, 479, Pari, tel. (11) 3311-0347.

Mocotó. Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros, (11) 2951-3056.

 

PS: de saideira, roubo aqui um dos últimos conselhos do querido Saul Galvão, um dos grandes gastrolegais com quem tive o prazer de conviver: “bebam as garrafas, não as fiquem guardando.”

3 thoughts on “Os gastrolegais

  1. Matou a pau. A chatice é um tipo de patologia social. O chato não existe sózinho, depende do outro e existe em todo lugar. Se preocupar com eles e também uma forma de chatice. E sobretudo: não guardem as garrafas !

    Like

  2. Oportunissimo Miguelito. Pq os verdadeiros enochatos são os que acham tudo chato relacionado ao vinho. Não se pode mais dar uma fungadinha a mais sem um olhar inquisidor por perto. Ouse então dar uma hábil girada na taça, sentir os aromas e experimentar prestando atenção no que vai a boca sem as companhias certas a mesa. Não, os verdadeiros enochatos não perdoarão.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s