A dona da praia

Maria Nilza: o restaurante pé-na-areia / Foto: Miguel Icassatti

De volta ao tema Sul da Bahia na baixa temporada, preciso falar da Maria Nilza e de Guaiú.

Guaiú é uma vila que fica a 17 quilômetros do cais da balsa que liga Santo André a Santa Cruz Cabrália, mais um dos pedaços de litoral nos arredores de Porto Seguro que, felizmente, segue ignorado pela maioria da turba que lota a região na alta temporada. O acesso é fácil, pela BA-001, estrada que presenteia motorista e passageiros com um cenário repleto de coqueiros, ora uns platôs, ora campos encharcados em primeiro plano. De tombo, a praia (4 estrelas pelo GUIA QUATRO RODAS) tem areia clara e o Rio Guaiú desembocando no meio da enseada, formando umas lagoinhas bem legais para o banho. Um sossego só, sem frescuras nem nada que se pareça com aquele pseudoluxo artificial de praias como as Jurerês da vida.

Veja também:
8 experiências baianas

Nascida em Vitória da Conquista (BA), Maria Nilza Rosa Soares é a proprietária de um delicioso restaurante pé-na-areia ali em Guaiú (basta seguir as placas na estrada que será moleza encontrar o local). Em seu Restaurante Maria Nilza, Maria Nilza serve moquecas e pescados preparados, veja só, no forno a lenha (uma levíssima moqueca de peixe sai a R$ 55,00 para duas pessoas). Convém, aliás, encomendar o prato do almoço – a casa fecha às 4 da tarde – assim que se chega ali e definir o horário da refeição, que será servida pontualmente. Para segurar o apetite, vale muito a pena encarar a porção de pasteis de siri (R$ 12,00 com quatro unidades).

Estar em companhia de Maria Nilza, sim, é um luxo. O capricho na decoração da casa – do salão, uma espécie de cabana com teto de palha, aos quiosques e o deque, onde a única coisa que vai passar pela sua cabeça é a vontade de refestelar-se numa daquelas cadeiras e espreguiçadeiras com almofadas forradas de chita – e também no serviço de mesa denotam a atenção que a anfitriã dedica a quem chega ali.

Sair de lá, por fim, sem bater um papo nem tomar uma canequinha de chá feito com as ervas colhidas no jardim do restaurante será uma baita desfeita com Maria Nilza e um desperdício com você mesmo.

2 thoughts on “A dona da praia

  1. Pingback: 10 botecos (quase) à beira-mar para aproveitar o verão - Sem categoria - Blogs - viajeaqui - viagens, turismo, destinos, hotéis, restaurantes, atrações, Guia 4 Rodas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s