Um mini-teste (involuntário) de 4 hambúrgueres paulistanos

 

Ainda que tenha sido sem nenhum planejamento prévio, acabei fazendo um minitour por alguns points especializados em hambúrguer na cidade. Aqui vão minhas breves impressões:

 

BOS BBQ

O sanduba: pedi o The Boss, feito com 180 gramas de kobe beef, queijo emmenthal, maionese temperada com bacon e cebola. Por 39 reais, vieram acompanhadas de uma pequena porção de batatas fritas. Veio com a carne no ponto certo, embora o pão tenha deixado a desejar. Para falar bem a verdade, não consegui identificar se o corte era de kobe beef mesmo, por causa da mistura e da sobreposição com outros ingredientes. Mas o lanche como um todo estava gostoso. As batatas vieram engorduradas demais.

A bebida: tomei, seguramente, o pior Negroni (24 reais) da minha vida. Desequilibrado, sobrava Campari e faltava vermute no copo.

O veredito: o ambiente, à meia-luz, é legal. Sentei-me ao balcão, gostei do rock que saia das caixas de som, mas realmente achei a bebida ruim. O hambúrguer não vale os 39 reais cobrados. Mas como é perto de casa, talvez eu dê uma segunda chance.

Rua Pedroso Alvarenga, 559, Itaim Bibi, tel. 3078-4858.

 

BUTCHER’S MARKET

O sanduba: também sentado no balcão, pedi um hambúrguer da casa (com alface, agrião, bacon e molho barbecue). Carne no ponto certo, pão ok e boa integração dos ingredientes. O amargor do agrião neutralizou, para o bem, o sal do bacon. Para acompanhar, as batatas fritas estavam muito boas, as melhores, certamente, entre as citadas neste post.

A bebida: pedi uma caneca de chope, decepcionante. O colarinho se esvaiu logo nos primeiros goles, comprometendo o sabor e a qualidade da bebida.

O veredito: já que o assunto principal aqui é hambúrguer, a casa, também a alguns quarteirões de onde moro, passou no teste. Mas não custa dar um up no chope, certo?

Rua Bandeira Paulista, 164, Itaim Bibi, tel. 2367-1048.

 

NA GARAGEM

O sanduba: vendido a 19 reais, o cheese salada leva 130 gramas de carne, cebola roxa, queijo prato e o “molho da casa”. E acho que é esse tal molho que tira uns pontos do lanche, para falar a verdade, porque tem sabor muito puxado para as ervas, com um toque levemente agridoce. A pequena porção de batata rústica (7 reais) veio oleosa demais.

A bebida: como eu iria fazer um exame no dia seguinte e não podia beber, fui de guaraná Antarctica (4 reais).

O veredito: o lanche vale pelo custo-benefício. Mas as batatas não justificam os 7 reais.

Rua Benjamin Egas, 30, Pinheiros, tel. 3097-9031.

 

RAMONA

O sanduba: o cheeseburger leva fraldinha, alface romana, ovo caipira  frito, maionese caseira, queijo minas da Serra da Canastra e tomate caqui. Batata frita de acompanhamento. Tudo por 35 reais (foto).

A bebida: tomei um vinho tinto chileno Carmen Classic merlot (18 reais a garrafinha de 187 mililitros).

O veredito: sem dúvida, um dos dois melhores hambúrgueres que degustei ultimamente, ao lado do que é servido no Underdog (leia post anterior). Carne no ponto, bons e básicos ingredientes. De quebra, dá para tomar a saideira e ouvir um som legal no subsolo.

Avenida São Luiz, 282, centro, tel. 3258-6385.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s