Camdem, a melhor cozinha de pub em SP

3dbf74_b499aa055b9a4914bb3bacb46dc08936

Scottish egg do Camdem House / Foto: divulgação camdemhouse.com.br

Boteco é um ambiente, uma conquista universais. Cada país ou cultura tem o seu “pé-sujo” típico. Na Alemanha, por exemplo, existem os Knipes, que são lugares majoritariamente frequentados por homens, em especial torcedores de futebol, que se reúnem para assistir às partidas, bater papo e beber cerveja – a cozinha desses lugares é que costuma ser sofrível.

No Japão (e em São Paulo, conforme já recomendamos aqui na coluna) há os yzakaias, que são pontos de encontro para beber saquê, uísque e comer petiscos quentes (nada de sushi!). Na Península Ibérica estão os bares de tapas espanhóis e as tascas portuguesas, que há meu ver são as ancestrais dos botecos brasileiros.

Todos esses lugares, porém, guardam semelhança entre si e parentesco direto com os Pubs britânicos.

Pub é a corruptela de “Public House”, estabelecimento que, na terra que será herdada por vossas altezas os bisnetos da rainha Elizabeth II, tem permissão real para vender bebidas alcoólicas.

Estima-se que na Grã-Bretanha existam perto de 60.000 pubs. Assim, nos pequenos vilarejos pelo interior, ou mesmo nos bairros, acabam por ser um ponto de encontro e de referência das comunidades locais.

Não ocorre o mesmo com os nossos queridos botecos?

Pois é, eu fiz essa digressão porque recentemente eu estive num Pub paulistano que, diferentemente dos demais – que se destacam por ter bandas de rock ao vivo e um clima de paquera bem marcante, casos do Finnegan´s, do Kia Ora e do All Black, por exmeplo – me chamou a atenção pela alta qualidade dos petiscos.

Estou falando do Camdem House, no Itaim Bibi, um pub em geral tranquilo, ideal para quem queira petiscar algo diferente e conversar.

Eu provei o fish and chips, tradicionalíssima porção de peixe fresco empanado com batata-frita, (34 reais), que na versão da casa vem molho tártaro e purê de ervilhas.

Também experimentei as sausage rolls, que são pedaços de linguiça caseira envoltas em massa folhada e servidos com molho barbecue (35 reais).

E há ainda outro clássico britânico, o scottish egg, que aqui no Brasil chamamos por bolovo.

Para beber há uma interessante seleção de cervejas inglesas, é claro, em garrafa, além de cervejas tiradas da torneira na hora. Algumas delas, em certos dias da semana, até entram em promoção.

Entre as inglesas de garrafa está a Old Speckled Hen, uma bitter ale, amarga, da qual gosto muito (25 reais). E entre as seis opções da torneira, há sempre um rótulo rotativo a cada semana e a Bamberg Pilsen, do interior de São Paulo, cujo pint (copo de 568 mililitros) custa 15 reais – e foi a que eu tomei.

Candem House. Rua Manoel Guedes, 243, Itaim Bibi.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s