Cláudia e Fernando

Cláudia conheceu Fernando no primeiro dia de aula do curso de Publicidade e Propaganda. No segundo, já estavam apaixonados.

Dez anos depois, decidiram morar juntos.
E às doze horas do 1º dia do mês de dezembro do ano de 2007, Cláudia e Fernando oficializaram a união.
Cláudia e Fernando queriam ter uma celebração simples. Tão simples quanto os botecos que costumam freqüentar.
Por isso, não casaram na igreja, nem no cartório.
Cláudia e Fernando disseram o esperado SIM diante da meritíssima juiza de paz Lúcia Padoim e de cem convidados no salão do bar Salve Jorge, no centro de São Paulo.
Ela, de vestido branco, sem véu e sem grinalda e ele, de verde, com a camisa do Palmeiras e um sorriso incontido no rosto.
Além das fotos, um caricaturista retratou a festa – nada mais apropriado.
Os convidados serviram-se de dezenas de porções de polenta frita, mandioca frita e galetos, entre outros petiscos. Já que Cláudia não come carne, o bar providenciou frutos do mar, passados na chapa, ali na hora.
Para beber havia chope, caipirinha à vontade e 350 garrafas de cerveja Original.
Quem se manteve sóbrio, jamais há de esquecer aquela tarde de sábado.

 

Neste momento, Cláudia e Fernando estão em lua-de-mel, perambulando pelos botequins e pontos turísticos de Buenos Aires.
Que sejam felizes, juntos e para sempre.
Salve Jorge – Centro. Praça Antônio Prado, 33, loja 17, centro, tel. (11) 3107-0123.